Conecte-se Conosco

Brasil

Amazonas pode ter afastamento histórico de uma bancada inteira

Rapidinhas do RDP

Publicado

em

Compartilhe na suas Redes Sociais

As operações contra corrupção no Amazonas tem ganhado dimensões nacional e internacional.

Além da investigação feita pela PGR, CGU e PF até a Interpool está acompanhando o caso dos desvios das verbas federais pelo que foi chamado de Organização Criminosa e “Máfia do Amazonas”.

Além do suposto envolvimento do Governador (Wilso Lima) e Vice (Carlos Almeida) do Estado Amazonense, foi muito divulgado na grande mídia nacional – como O Antagonista que tem dado forte destaque, a CNN e até o Jornal Nacional – o desenrolar das operações com eventual participação inclusive de Parlamentares ligados a base do governo.

O que ficou conhecido como “bancada dos 5%” em matéria noticiada pelo G1 (da Globo) aguardava denúncia do Ministério Público Federal para prosseguimento.

Segundo fontes, o Procurador da República responsável pela força tarefa já haveria assinado a denúncia contra quase 10 Deputados Estaduais do Amazonas.

A responsável direta pelo caso seria a Dra Lindora, Subprocuradora Geral da República. Mas, segundo informações, o caso está sendo feito por um Procurador que teria feito a denúncia para o TRF1 (Tribunal Regional Federal da Primeira Região) o qual seria o órgão competente para Julgar Deputados Estaduais em crimes de corrupção

A fonte, ligada ao judiciário e que por medo de se identificar, pediu-nos sigilo, afirmou categoricamente que na denúncia feita pelo Procurador que ficaria em Minas Gerais está devidamente fundamentada nas inúmeras provas colhidas na primeira fase da operação.

O principal meio de prova que instruirá o processo foi obtido graças a apreensão do celular do governador Wilson Lima que, segundo informações, estaria recheado de conversas escusas.

Com isso, a notícia é de que em breve teremos o maior afastamento de mandatos da história do Brasil e poderá ser expedida pelo TRF1 e não pelo Relator Francisco Falcão (STJ) como pensavam alguns.

No caso, pelo que se tem acompanhado inclusive pela mídia, os nomes de 08 deputados ligados a base do governo teriam supostamente participado do esquema criminoso. Além desses 08 parlamentares, pelo menos mais 1 Deputada muito forte na mesa diretora teria sido denunciada para este mesmo processo.

Clique Para Comentar

Deixe uma Resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Mais Lidas da Semana