Conecte-se Conosco

Brasília

Gasolina já está mais cara no DF após reajuste da Petrobras

Fernando Souza

Publicado

em

Compartilhe na suas Redes Sociais

Os preços da gasolina comum em postos de combustíveis na região central de Brasília, no Distrito Federal, já registram preços que beiram os R$ 7 por litro. No início da tarde deste sábado (9), preços entre R$ 6,509 e R$ 6,899. Na sexta (8), a Petrobras anunciou reajuste de 7,19% na gasolina a ser vendida para as distribuidoras, passando de R$ 2,78 para R$ 2,98 por litro a partir deste sábado.

Alguns postos, no entanto, ainda não repassaram o reajuste, já que o repasse nas bombas não costuma ser imediato.

O GLP também teve o preço de venda a distribuidoras reajustado, com aumento de 7,22%, indo de R$ 3,60 para R$ 3,86 por quilo. O botijão de 13kg será vendido às distribuidoras por R$ 50,15. Segundo a Petrobras, o preço da gasolina vendida para as distribuidoras estava estável há 58 dias, e o do gás de cozinha, há 95. A estabilidade desse preço não é, necessariamente, a mesma para o consumidor. Isso se dá porque o repasse para os consumidores finais não é imediato e leva em consideração outras questões, como tributos aplicados ao preço e margens da distribuição e revenda.
Na região central da capital federal, o proprietário de um posto localizado na quadra 302 da Asa Sul optou por esperar o fim do estoque da gasolina para aumentar o preço, que continua o mesmo dessa sexta, R$ 6,50. O novo carregamento é esperado para este sábado e o reajuste deve começar a ser repassado aos consumidores a partir de segunda-feira (11).
Em outro posto, na 103 Sul, o valor cobrado pelo litro da gasolina até ontem era de R$ 6,26 e neste sábado (9) já estava em R$ 6,89, aumento de 10%, maior, portanto, do que o registrado nas refinarias.

Aumentos

No Sistema de Levantamento de Preço da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP) neste sábado, a gasolina comum teve preço médio de R$ 6,117 por litro entre os dias 3 e 9 de outubro nos mais de 4,6 mil postos pesquisados. No Distrito Federal, a média nos 47 postos pesquisados pela agência durante a semana era de R$ 6,229. O preço mínimo era de R$ 5,979 e o máximo de R$ 6,849.
A média nacional registrou aumento em relação à síntese da semana passada registrada pela agência, que havia constatado uma estabilidade em relação ao período entre 19 e 25 de setembro. Entre 19 de setembro e 2 de outubro, o preço médio em todo o Brasil foi de R$ 6,092 por litro de gasolina comum.

Nos últimos seis meses, a alta nos valores praticados ao consumidor soma mais de 11%. Nesta semana, o preço máximo do combustível chegou a R$ 7,249 por litro, valor registrado em um dos postos pesquisados no Rio Grande do Sul.

Gás de cozinha

Ainda segundo os dados da ANP, o botijão de 13kg do gás de cozinha teve preço médio de R$ 98,67 nesta semana em todo o país, com o valor mais alto identificado em Rondônia, chegando a custar R$ 135 ao consumidor final. Na capital do país, o preço médio nos 42 pontos de venda pesquisados pela agência reguladora era de R$ 93,11.
O valor médio do botijão no país subiu R$ 0,20 em relação à semana passada, quando o preço era de R$ 98,47. Nos últimos 6 meses, a alta nos valores já ultrapassa 17%.

Publicidade
Clique Para Comentar

Deixe uma Resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Mais Lidas da Semana