Conecte-se Conosco

Famosos

Jogador de vôlei Maurício Souza é desligado de time por criticar versão gay do Super-Homem

RDP

Publicado

em

Compartilhe na suas Redes Sociais

O Minas Tênis Clube rescindiu o contrato do jogador Mauricio Souza, da seleção brasileira de vôlei. A equipe divulgou comunicado na tarde desta quarta-feira (27).

A decisão encerra uma controvérsia que vinha desde o início do mês, quando passaram a repercutir publicações do atleta nas redes sociais consideradas homofóbicas por alguns seguidores e colegas de seleção, como Douglas Souza.

Mauricio Souza criticou a decisão de incluir um beijo homoafetivo em uma história do super-homem, questionando “onde vamos parar”. Ele também questionou a decisão da TV Globo de adotar a linguagem neutra em parte das suas produções.

O Minas Clube é o responsável pela equipe Fiat Minas Gerdau. Nesta terça-feira (26), a montadora de automóveis e a siderúrgica Gerdau, que patrocinam o time, divulgaram notas repudiando as declarações e cobrando medidas.

Inicialmente, Mauricio Souza foi multado, afastado e orientado a fazer um pedido de desculpas. O jogador fez uma publicação no Twitter, onde tinha menos de 300 seguidores, e não no Instagram, onde era seguido então por 260 mil pessoas. A pressão aumentou e o atleta gravou um novo vídeo falando sobre o assunto, novamente pedindo desculpas, mas ponderando que a sua opinião era “perseguida”.

Clique Para Comentar

Deixe uma Resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Mais Lidas da Semana