Conecte-se Conosco

Brasil

Maurício Souza rebate críticas de Pabllo Vittar: “Manifestar opinião não é crime; Sou pai, seguirei defendendo as famílias”

RDP

Publicado

em

Compartilhe na suas Redes Sociais

Maurício Souza, jogador de vôlei, defendeu-se das falas da cantora Pabllo Vittar, que reafirmou a necessidade de coibir discursos homofóbicos, que segundo ele foi expressado pelo jogador sobre a publicação de uma revista em quadrinhos da DC Comics em que o Super-Homem revela ser bissexual.

“Pabllo Vittar, manifestar opinião não é crime, isso é: abuso infantil, pedofilia, ideologia de gênero e linchamento digital. Sou pai, seguirei defendendo as famílias. Defendendo as nossas crianças!”, publicou o jogador de vôlei em um vídeo divulgado nas redes sociais.

Na última quinta-feira, em participação ao lado do atleta Douglas Souza no programa Conversa com Bial, da TV Globo, Pabllo Vittar comentou sobre a polêmica: “Em 2021, não temos mais tempo para essas falas. É muito errado pensar que isso é só um comentário, que isso é um achismo, que isso é ‘minha opinião’. Opinião homofóbica é crime, então lide com as consequências”, afirmou a cantora.

Maurício disse, pelas redes sociais, que somente emitiu uma opinião: “Sou um trabalhador! Sei de onde eu vim e de tudo que construí com muita luta. Mesmo tendo me retratado publicamente, a patrulha da internet segue ameaçando a mim, a minha família, clubes, patrocinadores, instituições. A censura digital me tirou do vôlei, desconsiderando tudo que fiz pelo Brasil nas quadras”, escreveu o jogador.

Publicidade
Clique Para Comentar

Deixe uma Resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Mais Lidas da Semana