Conecte-se Conosco

Brasil

Gilmar Mendes defende implementação do semipresidencialismo no Brasil: “É preciso avançar”

RDP

Publicado

em

Compartilhe na suas Redes Sociais

Na manhã desta quarta-feira (17) em Lisboa, o ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Gilmar Mendes, defendeu a implementação do sistema de governo semipresidencialista no Brasil.

Ele discursou durante o painel “Presidencialismo de Coalizão e Semipresidencialismo”, moderado pelo presidente do PSD, Gilberto Kassab, no 9º Fórum Jurídico de Lisboa, realizado pelo seu instituto.

O ministro do STF é um dos idealizadores de uma proposta para instaurar o modelo. A ideia foi discutida e defendida por uma série de autoridades brasileiras durante o fórum, como Arthur Lira, Michel Temer, Dias Toffoli e Rodrigo Pacheco.

De acordo com Gilmar Mendes, o impeachment foi banalizado no Brasil. Em um sistema semipresidencialista, o instrumento seria abolido.

“O impeachment, que é pensado como um instrumento, em princípio, para não ser usado, passou a ser utilizado com uma certa naturalidade. A toda hora tem-se esse debate em relação ao atual governo e uma sobre pressão em relação ao presidente da Câmara para que delibere sobre o processo de impeachment, como se isso fosse algo natural”, afirmou o ministro do STF.

Clique Para Comentar

Deixe uma Resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Mais Lidas da Semana