Conecte-se Conosco

Brasil

MP investiga luta de MMA entre prefeito e ex-vereador de oposição no Amazonas

RDP

Publicado

em

Compartilhe na suas Redes Sociais

Por meio da Promotoria de Justiça de Borba, o Ministério Público do Amazonas (MPAM) instaurou um inquérito civil com base na luta de MMA realizada entre o prefeito de Borba, Simão Peixoto (PP), e o ex-vereador de oposição Erineu Alves da Silva, conhecido como Mirico, na noite do último sábado (11).

O MPAM vai apurar eventual ato de improbidade administrativa e de infração político-administrativa supostamente praticados por Simão Peixoto. Os promotores deram prazo de cinco dias para que o prefeito esclareça se o evento foi realizado com recursos públicos e que explique a regularidade de sua participação na luta e as desavenças políticas com o ex-vereador.

“Todos os meios legais para a investigação serão utilizados. Inclusive, vai ser verificado se foi destinado dinheiro público para esse evento, se foi utilizado espaço público para isso, se houve cobrança de ingressos, pagamento de bolsas”, disse o Promotor de Justiça Marcelo de Salles Martins.

Em setembro, Erineu gravou um vídeo que viralizou na cidade de Borba, no interior do Amazonas, criticando a administração municipal pelo estado de conservação de um balneário. Os desentendimentos políticos foram parar dentro do ringue de MMA.

Organizada pela Secretaria Municipal de Assistência Social, a luta foi realizada com ginásio lotado na Escola Estadual Balbina Mestrinho, na cidade de Urucá (AM), e transmitida ao vivo pelas redes sociais do prefeito.

O embate durou três rounds, com o prefeito Simão Peixoto declarado vencedor por pontos no final. O objetivo, segundo a organização, era arrecadar alimentos para distribuir a famílias carentes do município. O “12º Evento de luta M.M.A 2021” também contou com outras lutas entre lutadores profissionais.

Publicidade
Clique Para Comentar

Deixe uma Resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Mais Lidas da Semana