Conecte-se Conosco

Brasil

URGENTE: PF no encalço de Ciro e Cid, quebra sigilo bancário e telefônico, 11 milhões em propina

RDP

Publicado

em

Compartilhe na suas Redes Sociais
[contact-form-7 404 "Não encontrado"]

A Polícia Federal acaba de deflagrar operação contra esquema de fraudes e pagamentos de propinas a agentes políticos e servidores públicos em licitação para obras no estádio Castelão, em Fortaleza (CE).

O caso teria ocorrido entre os anos de 2010 e 2013 e entre os alvos estão os irmãos Ciro Gomes e Cid Gomes.

Ao todo, 80 agentes federais cumprem 14 mandados de busca e apreensão expedidos pela 32ª Vara da Justiça Federal, em domicílios investigados nas cidades de Fortaleza (CE), Meruoca (CE), Juazeiro do Norte (CE), São Paulo (SP), Belo Horizonte (MG) e São Luís (MA).

Eis o que diz a PF:

“As investigações tiveram início no ano de 2017, sendo identificados indícios de esquema criminoso envolvendo pagamentos de propinas para que uma empresa obtivesse êxito no processo licitatório da Arena Castelão e, posteriormente, na fase de execução contratual, recebesse valores devidos pelo Governo do Estado do Ceará ao longo da execução da obra de reforma, ampliação, adequação, operação e manutenção do Estádio Castelão”.

E complementa:

“Apurou-se indícios de pagamentos de 11 milhões de reais em propinas diretamente em dinheiro ou disfarçadas de doações eleitorais, com emissões de notas fiscais fraudulentas por empresas fantasmas.”

Além de autorizar a Polícia Federal a cumprir mandados de busca contra Ciro Gomes e o irmão do presidenciável do PDT, o senador Cid Gomes, o juiz Danilo Dias Vasconcelos de Almeida autorizou a quebra de sigilos bancário, telefônico e telemático dos irmãos e de mais 12 alvos entre pessoas físicas e jurídicas investigadas por envolvimento num esquema de corrupção armado, segundo os investigadores, quando Cid comandava o governo do Ceará.

Publicidade
Clique Para Comentar

Deixe uma Resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Mais Lidas da Semana