Conecte-se Conosco

Brasil

“A resposta já foi dada, Moro é candidato a deputado em São Paulo”, diz Caiado

Compartilhe na suas Redes Sociais

Governador evitou se alongar sobre o assunto, mas reforçou nota assinada por ACM Neto, que desistiu de impugnar a filiação do ex-ministro

RDP

Publicado

em

Caiado se unia ao grupo contrário à filiação de Moro e ao lançamento de sua candidatura a presidente pelo UB (Foto: Diomício Gomes)
Compartilhe na suas Redes Sociais

O governador de Goiás, Ronaldo Caiado (UB), reforçou a posição do ex-ministro Sergio Moro no União Brasil. “A reposta já foi dada, Moro é candidato a deputado no estado dele, em São Paulo”, disse ao REALIDADE DO POVO, na abertura da 19ª edição da Tecnoshow Comigo, realizada em Rio Verde, nesta segunda-feira (4).

Moro saiu do Podemos e se filiou ao União Brasil na semana passada, mas enfrentou resistência na nova sigla para ser candidato a presidente. O secretário-geral do União Brasil, ACM Neto, deixou claro que o ex-ministro só teria espaço para ser candidato a deputado federal. Neto chegou a cogitar impugnar a filiação do ex-juiz.

Caiado se unia ao grupo contrário à filiação de Moro e ao lançamento de sua candidatura a presidente pelo UB. Como a coluna Giro mostrou no sábado (2), esse apoio ao veto à candidatura presidencial de Moro é uma estratégia do governador para de esquivar de rejeição dupla, por parte de apoiadores de Jair Bolsonaro (PL) e de Lula (PT).

Neste fim de semana, ACM Neto desistiu de impugnar a candidatura de Moro após acordo para que o ex-ministro seja candidato a deputado federal por São Paulo. O pré-candidato a governador da Bahia assinou nota junto com Luciano Bivar (UB), dizendo que Moro pode enriquecer a discussão sobre o futuro que almejam para o país. Caiado não assinou a nota.

Questionado nesta segunda-feira, se resumiu a dizer que a resposta já foi dada, em referência à nota assinada por Neto e Bivar, e reforçar que a candidatura do ex-ministro é em São Paulo.

Publicidade
Clique Para Comentar

Deixe uma Resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Mais Lidas da Semana