Conecte-se Conosco

Anápolis

Deputado Paulo Trabalho denuncia descaso no atendimento em hospital de Posse

Avatar

Publicado

em

https://www.instagram.com/p/CdVnK3YlFKU/
Compartilhe na suas Redes Sociais

Paulo Trabalho (PL) utilizou suas redes sociais, nesta segunda-feira (09), para denunciar uma situação revoltante de descaso no atendimento a uma senhora no Hospital Municipal de Posse, região nordeste do estado. Nas imagens publicadas pelo deputado é possível ver o pé de uma mulher quase que totalmente escurecido e com necessidade urgente de amputação.

Dona Adelsina é diabética e buscou atendimento médico ao notar que um dos dedos de seu pé estava com um tipo de coágulo o que o deixou da cor preta. Ela, que também sofre com trombose e problemas circulatórios, contou que, após a consulta, foi mandada de volta para casa sem o devido cuidado.

Com o agravamento da situação, Adelsina novamente deu entrada no Hospital Municipal onde foi internada e, somente após o período de 15 dias, passou pela regulação para ser direcionada ao local de atendimento adequado para seu caso. Ela foi transferida para Goiânia, porém, a amputação do membro acometido não foi realizada e a mulher foi novamente enviada para Posse. Após mais de um mês internada sem o devido cuidado, o caso de Adelsina se agravou e ela pode perder o pé por completo.

Paulo imediatamente solicitou o pronto atendimento à senhora e cobrou posição do prefeito Helder Bonfim (Solidariedade) e do governador Ronaldo Caiado (UB) sobre o mau atendimento prestado a dona Aldesina nas unidades de saúde.

Mais abandono

 

O deputado também expôs um outro caso de descaso médico envolvendo um homem que precisa passar por cirurgia. O senhor Ricardo foi transferido da Unidade Básica de Saúde Leblon, em Anápolis, onde ficou internado, para o Hospital Estadual de Urgências Governador Otávio Lage de Siqueira (Hugol), em Goiânia, para ser submetido ao procedimento.

No entanto, o paciente foi posto numa maca num dos corredores do hospital sem atendimento digno. Ricardo foi deixado no local para aguardar pela realização da cirurgia sem ao menos receber alimentação. “Se fosse o governador já estaria no Sírio Libanês, em São Paulo, no mesmo dia”, desbafou o parlamentar.

A denúncia foi recebida e compartilhada pelo deputado que cobrou resolução do problema.

Publicidade
Clique Para Comentar

Deixe uma Resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Mais Lidas da Semana