Conecte-se Conosco

Goiás

Metrópoles denuncia: OS enviou R$ 9 milhões para firma ligada ao irmão de Ismael Alexandrino, ex-secretário de saúde

RDP

Publicado

em

Compartilhe na suas Redes Sociais

A CPI da Saúde ainda não começou e os escândalos do governo Caiado já estão aparecendo. O governador está com as barbas de molho. O site Metrópoles informou um escândalo envolvendo o ex-secretário da saúde e pré-candidato a deputado federal, Ismael Alexandrino (PSD), e o repasse de R$ 9,100 milhões dos cofres públicos por meio de uma OS para uma empresa ligada ao irmão dele, Daniel Alexandrino. A Organização Social (OS) atualmente administra duas policlínicas e dois hospitais públicos estaduais no interior goiano.

A Amme Saúde Ltda assinou dez contratos para prestação de serviços médicos especializados no Hospital de Itumbiara e nas policlínicas de São Luís de Montes Belos e da cidade de Goiás. São três das quatro unidades geridas pela OS Instituto Brasileiro de Gestão Compartilhada (IBGC).

Segundo a reportagem do Metrópoles os contratos têm a previsão total de pagamento de R$ 9.166.741 em seis meses. Eles foram assinados entre fevereiro e março deste ano, os dois últimos meses da gestão do agora ex-secretário de Saúde Ismael Alexandrino, que deixou o cargo para ser candidato a deputado federal.

Publicidade
Clique Para Comentar

Deixe uma Resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Mais Lidas da Semana